Afeto.

Já parou pra pensar que existe uma hierarquia de gestos que nos fazem demonstrar o nosso afeto, e o tamanho dele para com as outras pessoas?
Começamos com o sorriso, longe, superficial, e o primeiro passo. Depois disso, sempre vem a aproximação e os longos diálogos de apresentação.
Aí, vem o aperto de mão, seguido de um abraço rápido, geralmente com uns tapinhas nas costas, que significa que você á é um amigo.
Depois de um tempo, você fica cada vez mais intimo da pessoa, e se for o caso de sexos opostos, rola até um beijinho no rosto.
Aí, vocês estão super felizes um com o outro, até que rola um selinho, o que sela um outro passo. A liberdade.
Vocês dão aquele abraço mais longo, mais apertado, e o aperto de mão, volta a ser exclusivo para fechar negócios.
E quando o primeiro beijo sai, ai é que começa outra etapa na vida. Se realmente existir afeto suficiente e recíproco, esse afeto, acaba transformando-se em amor, e daí pra frente, uma linda história de amor, há de aparecer.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: