Amor, desamor, e risos.

Amar, faz parte das condições de sustentar a vida com mais entusiasmo. Amar, nos faz enxergar coisas que não existem. Faz, pensar em como a vida é justa, e injusta. A velocidade com que andamos, diminui, os pensamentos vagam, a terra gira lentamente, e a única coisa que se passa na sua cabeça, é aquela pessoa. Mas hoje falarei de algo, quase que devastador. O famoso e comum, amor não correspondido. Ele faz você pensar, repensar, e refletir se quem é ruim, é você ou os outros que não te querem. Sua auto-estima cai, muito. Você fica aflito, bravo, revoltado, mas nada adianta. Conselho? Esqueça essa pessoa que não te deu bola, parta pra outra, sai com seus amigos, ria com sua mãe. Embora pareça idiota, esses sintomas chatos podem causar depressão. Ria, ria muito, ria mais. Rir, faz com que o cérebro libere endorfina, o analgésico natural. As coisas vão bem melhor quando se ri. Quando você se machuca, um riso cura tudo mais rápido…

Agora falarei de quem não tem a quem amar. Solidão, a pior coisa que algum ser humano pode experimentar algum dia. O problema não é ser sozinho, e sim, sentir-se sozinho. Deprime, entristece, revolta, enfurece. A vida torna-se parada, chata, monótona. Amigos não suprem a carência que sentem. A auto-estima cai ainda mais. E sua única vontade é de deitar-se em uma cama, ouvir músicas fofas, chorar, e dormir, dias.

Mas eu já passei por isso, e te digo. Ria. Esse é um post para incentivo ao riso. Tudo melhora com uma simples gargalhada, malha até os músculos hein. Então, vamos rir?

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: